NA BRASA

Expert ensina harmonia entre churrasco e cerveja

Especialista no assunto ensina como harmonizar diferentes cortes de carne de churrasco com as melhores cervejas

Se você gosta de churrasco e também de cerveja, esta matéria com certeza é pra você! Quem acompanha nosso Instagram (@vocegastro) sabe que participamos de uma aula super bacana na escola Cooking com o Thiago Ogro (@acasadoogro) sobre harmonização de churrasco e cerveja. Nem precisamos dizer o quanto foi deliciosa essa aula né? Agora, a gente compartilha com vocês, leitores, algumas dicas espertas pro churrasco desse fim de semana ser perfeito.

Pra começar, que tal uma entrada bem diferente? A sugestão do Thiago é um Choripan, que nada mais é que o casamento do chorizo com o pão; um prato de origem portenha, cuja forma de preparar churrascos agrada muito aos brasileiros, segundo o Cheff. Na ocasião, Thiago usou a linguiça de cordeiro.

O preparo do choripan é muito simples. Basta abrir o pão, retirar boa parte do miolo e levar aberto à brasa por alguns poucos minutos. Depois é só rechear com a linguiça assada e arrematar com um molho de chimichurri. A “dama de honra” perfeita para esse casal é a cerveja Baden Baden Cristal.

O Choripan é uma entrada deliciosa (Foto: Clarissa Gomes)

Com um petisco desse fica fácil esperar as carnes assarem tranquilamente hein?

O último corte a ser consumido é o Copalombo. A gente fala dele agora porque, pra ficar no ponto até o final do churrasco, você precisa levar ele pra grelhar agora! Isso mesmo! É que ele vai assar leeeentamente, envolto em papel alumínio. Pra isso, você deve salgar a carne e selar. Depois, envolve toda ela com papel alumínio, devolve para a brasa e deixa lá assando sem pressa.

Ao final do processo, a Copalombo vai ficar assim (Foto: Clarissa Gomes)

Enquanto ela assa, você prepara um bife ancho, o entrecôte, que pode facilmente substituir a picanha, pois além de muito saborosa, é mais acessível. Você deve levá-la à brasa sem salgar, e fazer isso só na hora de cortar. É importante deixar a carne descansar antes do corte, por pelo menos a metade do tempo em que ela ficou assando. Isso vai garantir que os sulcos se mantenham dentro da carne, deixando-a muito mais macia e saborosa. Para acompanhar, Thiago Ogro sugere a cerveja Eisenbahn Pale Ale.

Para acompanhar o bife ancho, Eisenbahn Pale Ale (Foto: Clarissa Gome)

Como churrasco que se preze se estende pelo dia, você pode continuar com uma picanha e um T-bone, que é uma peça especial composta de uma parte de filé e outra de contrafilé. A dica do Ogro é “calçar” a parte do filé com um tomate na hora de levar à grelha, pra deixá-lo um pouco mais longe do fogo, já que o filé assa mais rápido do que a parte do contrafilé. A cerveja perfeita para acompanhar esses cortes é a Eisenbahn Weizenbier.

A T-bone é composta por filé e contrafilé separados por um osso (Foto: Clarissa Gomes)

Por fim, lembra da Copalombo? Pois é hora de botar ele em campo. Agora ele sai da grelha e do papel alumínio direto pra mesa. Pode ser servido só com limãozinho ou molho barbecue ou aquele mesmo molho de chimichurri que você usou no choripan. Pra arrematar, a melhor pedida é a cerveja Erdinger Weibbier.

Até mesmo quem não aprecia carne suína se rende a ela preparada assim (Foto: Clarissa Gomes)

Uma última dica, para não errar nas quantidades: segundo Thiago Ogro, o cálculo é de 300g de carne por pessoa, com acompanhamento.

Pra arrematar, Erdinger Weibbier (Foto: Clarissa Gomes)

Agora, é só acender a brasa e curtir o fim de semana!   

Carregando