COZINHA DE TERREIRO

Saiba quais as comidas os orixás consomem

O candomblé é uma religião que tem ligação direta com a cozinha, através dos modos em que pratos são preparados para as oferendas, tudo é aproveitado como forma de evitar o desperdício

Leila Oliveira é cozinheira e ekedi – zeladora dos orixás.(Foto: Karlos Geromy/ O Imparcial)

As tradições de povos que seguem religião de matriz africana, como o candomblé, são várias e com significados. Entre os costumes está o de oferecer comida para os orixás, o que as entidades comem as pessoas também podem consumir. Após o oferecimento, o alimento pode ser dividido entre os que estão presentes na comunidade ou terreiro.  A única restrição são para os próprios orixás, que não consomem determinados tipos de alimentos.

Os filhos de santo são responsáveis por saber todas as repulsões de seus orixás. Leila Oliveira, 43 anos, é cozinheira e ekedi – zeladora dos orixás-, ela explica algumas das comidas que comumente são servidas e aquelas que devem ser evitadas.

“O candomblé é muito ligado à comida, a nossa religião na verdade é uma religião em que você participa de tudo e tudo gira em torno da cozinha. O que a gente faz, todos participam, é uma comunhão dos novos aos mais velhos, não tem diferença.  Até os convidados tem direito de passar pela cozinha, onde  essa religião nasceu”, explica Leila.

Um dos pontos fortes da prática é a valorização de tudo o que é usado, nada é desperdiçado e se algumas folhas, por exemplo, não podem ser consumidas, elas são usadas na decoração dos pratos.

“O candomblé é muito ligado a natureza. Tudo o que preparamos vem dá natureza e também volta para ela.   O que entra na roça nunca é desperdiçado, as pessoas falam do sangue, mas todos os bichos voltam para a comunidades porque todos comem”, pontua.

Veja algumas das comidas que podem ser oferecidas e as interdições.

Oxalá

Entre as oferendas servidas a oxalá está a canjica, uva e azeite de oliva. Esse santo tem restrição à bebida alcoólica e azeite de dendê.

Iemanjá

O coco é o ingrediente principal nas comidas preparadas para Iemanjá, que não tem restrição a quase nenhum ingrediente, por ser a mãe de parte dos deuses de terreiro.

“Dificilmente tem interdição porque ela é uma criadora, são poucos os orixás que não filhos dela”, explica Leila.

Omolú

A pipoca é a comida principal e que pode ser servida com rodelas de coco e feijão preto.

Oxóssi

A comida oferecida é o milho vermelho cozido decorado com fatias de coco. Ele também aprecia frutas e feijão fradinho torrado. O mel é proibido. “Ele não come mel porque foi criado dentro de um casulo de abelha”, afirma Leila.

Exu

Este é um dos Orixás mais conhecidos e que come de tudo. As oferendas mais comuns são os padês a base de farinha de mandioca, com azeite de dendê ou  mel de abelha, água e bebida alcoólica.

 

 

Veja também

Edições Impressas Confira nossas publicações Ver Mais
Mais Populares As mais visitadas do nosso site Ver Mais