VINHOS

Descubra a diferença entre enólogo, enófilo e sommelier

Os profissionais têm atuações diferentes no universo de vinhos, mas ambos sabem indicar e detectar um produto de qualidade

(Reprodução)

É um caminho demorado e cheio de complexidades. Começa no plantio, cultivo e colheita, passa por processos de esmagamento, fermentação e filtração, chegando ao tão cultuado envelhecimento em barris de madeira selecionada até chegar ao engarrafamento para consumo. A descrição é do processo de produção da bebida.

O dia 22 de Outubro, foi dedicado a uma figura importante na fabricação do alcoólico: o enólogo, responsável pela elaboração do vinho. Mas para quem aprecia a bebida, algumas dúvidas quanto às nomenclaturas podem surgir.

Por exemplo: um enó­logo faz a mesma coisa que um sommelier?  E onde entra a figura do enófilo? Veja as respostas para essas dúvi­das e mostra as diferenças entre os termos e seus re­ais significados.

Enólogo

Pouco conhecida, a palavra Enólogo (do grego “oinos” que significa vinho, e “logia” que significa estudo ou aprofundamento) conceitua o responsável por acompanhar todo o processo – desde o plantio ao armazenamento -, de fabricação do vinho.

É ele quem gerencia e administra a análise do solo e seus métodos de irrigação, escolhe as mudas e determina o plantio, a poda e a colheita. Feita a colheita, é ele quem define a mistura das uvas, o tempo de amadurecimento e a hora de colocar o vinho no mercado.

Sommelier

A palavra sommelier tem origem francesa, do termo sommier. Assim era chamada a pessoa responsável pelos animais de carga, que puxavam os carros que transportavam comidas e bebidas, entre outros elementos. Com o tempo, o termo foi sendo destinado às pessoas que trabalhavam a serviço do produto vendido, nesse caso, o vinho.

A atividade essencial do sommelier é dentro de estabelecimentos como restaurantes e bistrôs. Eles são responsáveis pela escolha e compra do vinho, pelo armazenamento da bebida e também por criar as cartas que são, basicamente, os cardápios de alcoólicos. O profissional também recomenda aos clientes que vinho melhor harmoniza com o prato escolhido, se tornando parte importante do negócio gastronômico.

Enófilo

Bastante confundida com o enólogo, a figura do enófilo é fácil de ser encontrada, pois é a ponta final de toda a produção do vinho. Se você, que está lendo essa matéria, consome regularmente a bebida, em restaurante e até mesmo em casa, e conhece um pouco sobre os processos de produção do alcoólico, você já pode se considerar um enófilo.

Do grego (“eno” que significa “vinho”, e “phylo” que significa “proximidade”, “admiração”), enófilo significa apreciador de vinhos. De forma simplificada, enófilo são todos aqueles que gostam de consumir, que fazem anotações sobre os vinhos que tomam ou que frequentam confrarias e encontros, mas que não têm responsabilidade alguma sobre sua elaboração.


Edições Impressas Confira nossas publicações Ver Mais
Mais Populares As mais visitadas do nosso site Ver Mais