ARRISQUE-SE

Veja e prepare em casa algumas receitas apresentadas no Enchefs-MA

Os preparos levam mistura de ingredientes regionais dos estados dos chefs convidados com itens típicos do Maranhão

Pão doce com sabor do Maranhão (Foto: 100 azeitonas)

A lista contém preparos feitos por cozinheiros e chefs de restaurantes e padaria, que resolveram compartilhar preparações inéditas e que misturam ingredientes tradicionais da cozinha maranhense, com técnicas de preparo e insumos da gastronomia de estados como Pernanbuco, Pará e São Paulo.

Confira as receitas e prepare em casa. Arrisque-se!


Carmem Virgínia dos Santos é chef de cozinha e yabassé, a cozinheira dos orixás

Caruru com ragu de rabada e camarões por Carmem Virgínia

Carmem Virgínia dos Santos é chef de cozinha e yabassé, a cozinheira dos orixás. Encarregada desde a infância de preparar toda a alimentação que envolve os rituais do candomblé em um terreiro no Recife, agora divide seu conhecimento com o público no restaurante Altar, Cozinha Ancestral, unindo os sabores da culinária africana e os temperos pernambucanos.

Caruru com ragu de rabada e camarões (Orixá Xangô)

Ingredientes:

1kg de quiabo cortados em emincé (bico de gaita)
100ml de azeite de dende
30ml de azeite de oliva
200g de cebola roxa
2und de rabo bovino
2kg de camarão fresco
500g de camarão seco
2mc de cebolinha
2mc de coentro
300g de tomate
1und gengibre
200ml de caldo de camarão
200ml de leite de coco
250g xerem de amendoim
250g de pimentão colorido
250g de xerem de castanha de caju
5und pimenta malagueta amassadas
2und pimenta de cheiro
sal a gosto

Modo de prepraro:
Sele a rabada e acrescente uma cebola picada, os pimentões e acrescente água e deixe cozinhar lentamente,
ate desfiar. Refogue o camarão com um pouco de dendê, acrescente leite de coco, cheiro verde e reserve.
Em uma panela coloque o azeite e os quiabos, vá acrescentando liquido aos poucos, em seguida os camarões
secos, a cebola, as pimentas e todos outros ingredientes.
Junte os camarões ao ensopado de quiabos, finalizando com leite de coco coentro e cebolinha.
Sirva bem quente.

Paraense Ângela Sicilia

Macacá Maranhense por Ângela Sicilia

Ângela Sicilia é paraense. Nasceu em Belém e desde pequena sempre teve o “pé na cozinha”. Filha de uma mineira, que era doceira de mão cheia, com um italiano, que fazia “a melhor macarronada do mundo” – de acordo com a própria Ângela – e irmã do chef Fabio Sicilia, era muito natural que seguisse o caminho da Gastronomia.
À frente do Famiglia Sicilia, restaurante com duas décadas de existência e incontáveis prêmios, Ângela manteve a tradição das receitas da mamma e ainda inovou com criações “ítalo-amazônicas”.

Macacá Maranhense

Ingredientes

200g de macaxeira cozida
50g de sururu
50g de camarão rosa
50g de caranguejo
50g de cebola picada
20g de alho amassado
1 colher de cheiro verde picado
1 folha de vinagreira
30 g bacon em cubos
1 folha de louro
200 ml de bisque de camarão
100 ml de tucupi
50 ml de leite de coco
20 ml de tiquira
Pimenta de cheiro ( verde)
Limão
Croutons
Azeite extra virgem
Pimenta do reino
Sal

Modo de preparo:

Cozinhe a macaxeira com o louro e o bacon até que esteja bem macia, processe ate virar um creme, volte ao fogo e acrescente a bisque de camarão, leite de coco e o tucupi.Refogue a cebola ,o alho a pimentinha , coloque o camarão, o sururu, flambe com tiquira e por ultimo o caranguejo coloque o cheiro verde, sal , pimenta do reino e gotas de limão.
Corte a vinagreira em tiras finas e frite.Coloque o refogado dentro do creme , ajuste o sal e a pimenta do reino, sirva com a vinagreira crocante e os croutons.

Gastrônomo, especializado em panificação Marco Antônio

Pão doce com sabor do Maranhão por Marco Antônio

Marco Antônio é formado em gastronomia, com especialização em panificação no SFBI (EUA) e Lenôtre (França). Sócio do Centro Gastronômico Requinte, uma das maiores padarias de São Paulo e faz oficinas de pães artesanais, fermentação natural pelo Brasil.

Pão doce com sabor do Maranhão

Ingredientes:

500g de farinha
100g de açúcar
50g de manteiga
60g de gema coada
5g de essência de baunilha
25g de leite em pó
10g de fermento biológico seco
250g de água
5g de sal
3 ovos
100ml de óleo para untar a forma
100g de açúcar de confeiteiro

Modo de preparo:

Esponja

Massas ricas (ovos, açúcar) faça um pré-fermento chamado na padaria de esponja.
Misturando metade da farinha com todo o fermento e metade da agua até ficar uma massa densa e reservamos
por uma hora, coberta com um plástico.

Pré Massa

Misture a outra metade de farinha com açúcar, ovos e baunilha, cubra e reserve.
Se for fazer na batedeira guardar por 3 horas coberta com um plástico na geladeira.

Massa final

Misturar a esponja com a pré-massa, adicionar o sal e a manteiga em ponto de pomada até ficar homogênea,
dar o ponto com água de acordo com a necessidade.
Sovar a massa até ela se desgrudar da mão. (10 a 15 min). Em seguida faça uma bola com a massa, unte um
bowl ou uma caixa com óleo, ou manteiga e deixe em lugar morno por mais ou menos 1 hora ou até a massa
dobrar de tamanho. Faça um bastão com a massa e divida em pedaços de 60 gramas.
Bolear e deixar descansar por 15 minutos.Modelar com ou sem recheio e leve para a assadeira untada.
Pintar com Eggwhash e deixe crescer até dobrar de tamanho, mais ou menos 2 horas, coberta com um
plástico.
Pré-aquecer o forno a 170°C e deixe assar por 20 minutos.

Os tempos acima variam de acordo com a temperatura do ambiente.

 


Edições Impressas Confira nossas publicações Ver Mais
Mais Populares As mais visitadas do nosso site Ver Mais