ESTUDOS

Em copos redondos bebemos mais rápido e outros truques dos restaurantes para consumirmos

O formato dos copos, a escolha dos talheres… Tudo é calculado, mas agora já sabemos

“Comer com os olhos” não é apenas um dizer: segundo um estudo liderado pelo Instituto Nacional de Genética de Shizuoka, no Japão, existe um vínculo direto entre a percepção visual da comida e a vontade de comer. Ao menos em muitas espécies animais, nas quais se comprovou que a informação visual se transmite ao hipotálamo, uma região do cérebro que, entrou outras muitas coisas, regula as sensações de fome e saciedade. Outro estudo, do Instituto alemão Max Planck, comprovou que o aspecto da comida pode aumentar a concentração no sangue de um hormônio chamado grelina, que provoca em nós a sensação de apetite. Mas não é apenas a comida que ativa esses mecanismos: a maneira como os alimentos são servidos também influencia, e muito, e inclusive como nos explicam seu preparo. Os restaurantes sabem bem, e suas estratégias de sedução triunfam na maioria das vezes. Aqui revelamos algumas:

 

 

 

Veja também

Edições Impressas Confira nossas publicações Ver Mais
Mais Populares As mais visitadas do nosso site Ver Mais