DICAS

Veja lista de cortes ideais para churrasco

Todas as carnes podem ser saborosas, porém existem cortes que combinam perfeitamente com um bom e suculento churrasco de acordo com dicas de especialista no assunto

Assado de tiras (Karlos Geromy/ O Imparcial)

Reunir a família e os amigos para um churrasco já é uma tradição entre os brasileiros. As carnes usadas neste tipo de preparo podem variar conforme o gosto de cada pessoa, mas o fato é que nem toda carne é ideal para churrasco.

Reunimos seis orientações do empresário Arthur Guimarães, da boutique W Carnes Prime, que trabalha com vários fornecedores de peças de raças especiais, nacionais e importadas, que podem ajudar a surpreender os convidados.

Assado de tiras

Esse é um corte retirado da costela bovina, retalhado em tiras finas e de uma maneira que facilita a preparação no churrasco. A gordura entremeada ajuda a deixar a carne mais macia. Essa parte do boi tem como uma de suas principais características a facilidade e rapidez de preparo.

“Esse corte é retalhado de uma forma que facilita a preparação. Os frigoríficos fatiam de uma forma que pegue a ponta do osso da costela e pontinhas das carnes. Na loja, temos esse tipo de corte do boi Angus e o segundo mais vendido para churrasco, atrás apenas da nossa picanha nacional, isso porque a carne com osso é mais saborosa do que a sem osso”, explica Arthur Guimarães, empresário.

Algumas marcas têm a carne mais marmorizada – quando tem mais gordura entremeada na carne do que localizada – que deixa o sabor mais acentuado. Recomenda-se utilizar uma grelha sobre brasas e sem chamas. O tempero pode ser sal grosso moído.  Esse tipo de corte pode ser vendido a partir de R$ 64,90 o quilo.
T-Bone

O corte, que reúne duas partes nobres do boi, miolo do filé e o final do contrafilé, é retirado do animal em formato de T, por isso do nome. Esse tipo de corte, por causa da mistura dessas partes, pode apresentar texturas diferentes em um mesmo pedaço, que não elimina a qualidade da peça.

“Em São Luís, até pouco tempo, você não encontrava o T-Bone e, sim, a bisteca, que é mais magra e parecida, mas não igual. A W Carnes Prime trouxe vários T-Bones de diversas marcas, criadores e raças, como a japonesa Wagyu, Angus e a britânica Black Angus.”

A carne é ideal para preparos rápidos e com pouco tempero. O quilo do T-Bone pode ser encontrado a partir de R$ 69, 90. As peças podem ser encontradas com 500g.

T-Bone (Karlos Geromy/ O Imparcial)

Prime Rib

Um filé de costela que ajuda a impressionar no churrasco. Retirado de uma parte especial, esse é um pedaço muito famoso e com uma carne considerada de alta qualidade.

“Esse é um corte que tem muita saída na nossa loja, por ter osso que traz o sabor para a carne. É um dos cortes que as pessoas têm mais preferência, por serem peças cortadas e que facilitam para aqueles que têm pouca prática com churrasco. Nessa peça, o açougueiro de frigorífico faz um corte associando o filé e deixando um pedaço da costela”, acrescenta Guimarães.

O quilo do Prime Rib tipo Angus pode ser encontrado a partir de R$ 109, 90.

Prime Rib (Karlos Geromy/ O Imparcial)

Carré

O carré é um tipo de carne de cordeiro, que pode ser curto ou francês, este segundo com o osso mais longo. A peça também pode ser retirada de suínos. Esse tipo de carne vermelha é magra e muito saborosa. Macia, é indicada para churrascos. Para manter a suculência, o ideal é não grelhar além do ponto.

“No preparo pode ser usado um molho de chimichurri, molho de hortelã, sal grosso com alho de alecrim, porque esse tipo de carne precisa de um tempero melhor e não somente com sal ou pimenta, por exemplo. Hoje, a dolper lamb é uma das melhores raças de ovinos do mundo”, pontua.

Peças com 500g de carré podem ser encontradas a partir de R$ 30.

Carré (Karlos Geromy/ O Imparcial)

Paleta

É um corte suíno vendido inteiro. Para apurar mais o sabor da carne, no churrasco, é indicado o cozimento lento na grelha.

“Nós vendemos a paleta da raça nobre duroc red pork, que tem genética diferenciada, com carne mais macia e saborosa. Ela contém osso porque é como se fosse a pata dianteira do suíno e cai bem no churrasco. Os temperos indicados são o sal com alecrim, com limão ou alho e pimentas variadas”, completa.

O quilo da paleta é vendido a partir de R$ 54, 90.

Paleta (Karlos Geromy/ O Imparcial)

Picanha

A picanha é um dos pedaços que mais vendem na boutique de carnes. Bovino, suíno ou de carneiro, esse corte é um dos mais solicitados em churrascos. Para fazer churrasco com esse corte, é importante escolher uma picanha de qualidade, que tenha de quatro a cinco centímetros de altura e que possua uma capa de gordura sem falhas, branca, que é o segredo para deixar a carne saborosa.

“No churrasco do brasileiro, não pode faltar picanha. Nós temos na loja uma variedade desse tipo de carne, que vai desde a nacional de nelore, maturada e embalada a vácuo, que conserva a qualidade da carne. Temos a linha-chefe da Frigol de gado nacional e que é a nossa picanha campeã de vendas, por ter um custo-benefício mais em conta. Temos angus, black angus e britânicas, além de picanha bovina e de cordeiro. Essa é a finalidade da loja, trazer variedade de frigoríficos e raças”, pontua.

Esse corte pode ser encontrado a partir de R$ 65, 90 o quilo.

Picanha (Karlos Geromy/ O Imparcial)

Veja também

Edições Impressas Confira nossas publicações Ver Mais
Mais Populares As mais visitadas do nosso site Ver Mais