CULTURA NA GASTRONOMIA

Cuxá e toc-toc são adaptações exclusivas maranhenses

Essas iguarias presentes na mesa dos maranhenses, principalmente daqueles que moram no litoral, são delícias que ainda têm origens desconhecidas

(Honório Moreira/ O Imparcial)

Sabor do Maranhão! Assim são conhecidos pratos que têm a cara do estado e fazem parte do roteiro gastronômico maranhense, como o arroz de cuxá e o caranguejo tipo toc-toc. Mas você sabe a origem dos típicos pratos?
Segundo a professora mestre Ana Letícia Burity e a graduanda em hotelaria Karla Ridrs, ambas do Grupo de Estudos e Pesquisas da Identidade Culturais da Gastronomia do Maranhão (GPICG), não se sabe ao certo a origem destes pratos, porém é certo afirmar que eles são típicos do Maranhão.

Cuxá

O cuxá é uma espécie de molho feito da vinagreira e que combina perfeitamente com arroz, ideal para acompanhar principalmente frutos do mar. Registros mostram que os escravos alforriados elaboravam o arroz com cuxá para vender em barraquinhas ou na própria residência.

“Quando os escravos eram alforriados, eles não tinham nenhuma fonte de renda, o que tornava a vida deles ainda mais difícil. O prato era vendido na porta de suas casas, alguns usavam um tipo de luz nas suas casas para informar que o arroz já estava pronto e poderia ser comercializado”, detalha a pesquisadora Ana Letícia.

O período em que o cuxá se transformou que prato típico no Maranhão ainda é uma incógnita. “Mesmo após muitas pesquisas, não conseguimos identificar a origem de fato do cuxá. Porém o que descobrimos através de pesquisas que a mistura da planta com outros ingredientes e que se transforma em cuxá, tem influência dos portuguesas e africanas”, explica Karla Ridrs.

As preparações podem variar e dependem muito do local onde é preparado. “Aqui na capital o prato é um pouco mais fraco, já no município de Alcântara, você encontra o mesmo prato só que com o gosto mais forte”, detalha Burity.
Caranquejo toc-toc

Outro prato famoso e bastante procurado por turistas é o caranguejo tipo toc-toc. A opção é encontrada em vários pontos do litoral brasileiro e faz parte da cultura gastronômica do maranhense.

O nome ‘toc- toc’, surgiu porque o prato quando é servido nos restaurantes, é entregue juntamente com um martelinho, o “toc-toc” é o barulho do instrumento que ajuda a quebrar a casca e facilitar a degustação do crustáceo.Assim como o cuxá não há ao certo uma data especifica em que o toc-toc entrou no vocabulário maranhense.

No litoral maranhense o tipo de caranguejo mais comum usado para montar o prato é o Uça, conhecido por sua coloração azulada, arroxeada ou avermelhada, de fácil captura nos manguezais maranhenses.

Tradicionalmente conhecido dos maranhenses, o restaurante Estrela Dalva, O Gaúcho, é uma referência em São Luís, quando o assunto é o famoso caranguejo toc-toc. A iguaria que demora mais do que 15 minutos para ficar pronta, o caranguejo nesse caso deve ser morto na hora. Para acompanhar: arroz de toucinho, farofa e vinagrete.

Emanuela da Costa, funcionária a oitos anos do restaurante, conta que o local vende por semana cerca de 150 pratos da iguaria. “A procura por aqui é muito grande. Chegamos a vender cerca de 100 caraguejos toc-toc somente aos fins de semana”.

O prato vendido no Estrela Dalva, O Gaúcho, custa R$ 37 e contém quatro unidades do marisco acompanhado das porções.


Edições Impressas Confira nossas publicações Ver Mais
Mais Populares As mais visitadas do nosso site Ver Mais