CRIATIVIDADE

Criatividade para ganhar uma renda extra no fim do ano

De maneira caseira e artesanal, microempreendedores mostram que é possível melhorar o orçamento no fim do ano vendendo produtos típicos do período natalino

O fim e o início do ano costumam retratar um aumento significativo de gastos no orçamento, podendo também agregar oportunidades de ganhar dinheiro extra para quem precisa complementar a renda ou até mesmo para quem está desempregado.
Segundo o professor de empreendedorismo, Fabrício Reis, as festas de fim de ano têm muita demanda de serviços extras. “A dica é preparar-se bastante, buscando um mercado que você domine bastante, sendo fora do horário de trabalho ou como principal ocupação durante esse período, para obter um ganho a mais no orçamento”, afirma o professor.
A secretária executiva Letícia Oliveira, que já trabalha há mais de cinco anos com caixas artesanais e artigos natalinos, como guirlandas, bolas natalinas, entre outros, obtém um ganho extra no fim do ano vendendo esses artigos. Além da fabricação, ela também ajuda outras mulheres que querem ter essa mesma renda, dando aulas de como fazer mercadorias decorativas natalinas.
Tudo começou quando ela liderava um grupo de mulheres da Igreja Adventista do Sétimo Dia e encontrou no artesanato uma forma de motivá-las a fazer algo diferente, buscando aprimorar e repassar seus conhecimentos para outras mulheres.
“Busquei me aprimorar no que eu faço, justamente para poder repassar meus conhecimentos a essas mulheres que, assim como eu, querem obter um extra no fim do mês. Eu acabei me encantando pelo mundo do artesanato”, disse Letícia Oliveira.
Antenada com o mercado de artesanato e sempre inovando, Letícia trouxe muitos produtos de fora, buscando um diferencial em suas produções. A artesã consegue tirar uma boa renda não só na época do Natal, mas também em todas as datas comemorativas do ano, fazendo do artesanato uma renda complementar. “Creio que o aprimoramento com estudo e curso tudo dá certo, também estou sempre me reciclando e investindo em novos conhecimentos”, revelou a artesã.
O seu trabalho tem sido muito procurado, por isso trabalha com agendamento de no mínimo 60 dias de antecedência para encomendas rotineiras e para datas festivas como o Natal. Ela também sempre lança produção em série para atender a rede corporativa.
“A crise que enfrentamos nos dias de hoje, concebe condições para nos reinventarmos com novas oportunidades no mercado de trabalho, conseguindo complementar não só a minha renda, mas das outras mulheres que, assim como eu, buscam um ganho a mais no orçamento”, disse Letícia Oliveira.

Panetone

O panetone é um item tradicional da época do natal e indispensável na mesa do brasileiro, pensando nisso, a estudante de engenharia civil, Márcia Duarte, que agora é doceira, começou a fabricar panetones. Estreou no mercado de doces há exatamente dois anos com panetones caseiros trufados.
Seu negócio começou quando viu em um cursos on-line outras confeiteiras fazendo panetones e com essa troca de ideias o seu produto foi o mais citado, onde ela viu uma grande oportunidade de ganhar dinheiro vendendo esse doce tradicional, com um diferencial que seria as trufas.
“A confeitaria para mim veio como uma fonte de renda principalmente, depois de muito tempo que fui me especializando na área. Hoje fazer o panetone na ceia de natal é crucial por ser um item indispensável na ceia, sendo uma renda para o final de ano”, revelou a doceira Márcia Duarte.
Márcia Duarte resolveu se aprimorar mais, até o ano passado a doceira só fazia bolos, pirulitos entre outros doces para o Natal. Esse ano decidiu inovar fazendo panetones caseiros trufados, que são os mais pedidos, por serem mais recheados. O que acaba sendo vantajoso para o cliente. Nesse mês, as encomendas estão cheias.
Os seus recheios são bem diversificados , fazendo com que o cliente tenha mais opções. Sendo mais de 15 sabores como brigadeiro trufado, bacuri, sonho de valsa, entre outros recheios . “Consigo tirar uma boa renda com as minhas vendas de doces em geral. E estamos com uma previsão ótima para o aumento das vendas de panetone”, Revelou a doceira.
Cada confeiteira tem sua identidade, mas a doceira Márcia Duarte buscando troca de experiências e pesquisas para criar novos recheios. “O cliente primeiro come com os olhos, então tenho que atiça-lo com um panetone bem apresentável, fazendo com que ele compre pra consumir ou para presentear alguém”, revela Márcia Duarte.

Doceira Márcia Duarte

 

Veja também

Edições Impressas Confira nossas publicações Ver Mais
Mais Populares As mais visitadas do nosso site Ver Mais